OFENSIVA À CIFRA DOURADA DA CRIMINALIDADE: um olhar criminológico acerca da atuação da Polícia Federal no início do século XXI

Conteúdo do artigo principal

Fábio Caram Meireles

Resumo

Perpassa pela história de formação e conformação do Brasil a noção criminológica de que, a despeito de a cultura jurídica nacional ser fundada em uma pretensa igualdade, há um impetuoso viés discriminatório no que tange ao tratamento igualitário material nos âmbitos criminal e penal para a população como um todo. Paulatinamente, as vicissitudes sociais têm promovido uma aproximação da igualdade formal com a material, entre as quais uma reformulação seletiva da atuação dos órgãos de persecução criminal, com vistas à legitimação da atuação repressiva estatal sob a égide do império da lei. Este artigo demonstra, com a contribuição do lastro teórico criminológico, como a Polícia Federal (PF) tem alterado o seu panorama técnico-investigativo, bem como as consequências desta novel atuação na tessitura social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
MEIRELES, F. C. OFENSIVA À CIFRA DOURADA DA CRIMINALIDADE: um olhar criminológico acerca da atuação da Polícia Federal no início do século XXI. Revista Brasileira de Ciências Policiais, Brasília, Brasil, v. 12, n. 6, p. 193–215, 2021. DOI: 10.31412/rbcp.v12i6.792. Disponível em: https://periodicos.pf.gov.br/index.php/RBCP/article/view/792. Acesso em: 29 fev. 2024.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Fábio Caram Meireles, PF

O autor é Agente de Polícia Federal desde 2010, graduado em Direito pela Faceca e em Jornalismo pelo Uni-BH, pós-graduado em Comunicação Social pela UFMG e Ciências Policias pela Escola Superior de Polícia da ANP.