HACKING E INFILTRAÇÃO POLICIAIS EM RESPOSTA AO USO DE CRIPTOGRAFIA POR ORGANIZAÇÕES CRIMINOSAS

Caio Porto Ferreira

Resumo


O crime organizado atualmente navega por águas tranquilas quando o assunto é segurança em suas comunicações. Amparados pela recalcitrância das Big Techs, os envolvidos em atividades criminosas usufruem de aplicativos de comunicação com tecnologia de criptografia, para organizar e expandir suas atividades no Brasil e no mundo. Neste ínterim, órgãos responsáveis pela investigação criminal se esforçam para desenvolver e aplicar novas tecnologias para obtenção de prova, que comumente são consideradas invasivas ou ilegais, não por afrontar direitos e garantias fundamentais, mas sobretudo pela falta de conhecimento de certos segmentos da sociedade acerca da importância da atividade de inteligência para proteção e promoção de Estados democráticos e livres.

Palavras-chave


Investigação criminal. Obtenção de prova. Interceptação das comunicações. Criptografia. Privacidade.

Texto completo:

PDF

Referências


BEZERRA, Maria Ruth Borges. Autoridade Nacional de Proteção de

Dados Pessoais: a importância do modelo institucional independente

para a efetividade da Lei. 2019. p. 17. Disponível em: https://www.

portaldeperiodicos.idp.edu.br/cadernovirtual/article/view/3828/1660

Acesso em: 04 mai. 2021.

BOFFEY, Daniel. Colombia’s cartels target Europe with cocaine,

corruption and torture. 2021. The Guardian. 11 abr. 2021. Disponível

em: https://www.theguardian.com/world/2021/apr/11/colombiascartels-target-europe-with-cocaine-corruption-and-torture Acesso

em 07 mai. 2021.

BRASIL. Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais – LGPD. Lei

nº 13.709, de 14 de agosto de 2018. Disponível em: http://www.

planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2018/lei/l13709.htm

Acesso em 04 mai. 2021.

BRASIL. STF recebe denúncia contra Paulo Medina e afasta

magistrados do cargo. 2008. Ministério Público Federal. Disponível

em: https://mpf.jusbrasil.com.br/noticias/255992/stf-recebedenuncia-contra-paulo-medina-e-afasta-magistrados-do-cargo.

Acesso em: 12 fev. 2021.

BRASIL. Lei no 10.826, de 22 de dezembro de 2003. Presidência da

República. Casa Civil. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/

ccivil_03/leis/2003/l10.826.htm. Acesso em: 13 mai. 2021.

BRASIL. Lei nº 9.296, de 24 de julho de 1996. Presidência da

República. Casa Civil. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/

ccivil_03/leis/l9296.htm. Acesso em: 13 mai. 2021.

BRASIL. Mensagem nº 726 de 24 de dezembro de 2019. Disponível

em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2019-2022/2019/

Msg/VEP/VEP-726.htm. Acesso em: 12 fev. 2021.

CASTRO, Henrique Hoffman Monteiro. Lei 13.441/2017 instituiu

a infiltração policial virtual. Disponível em: https://www.conjur.com.

br/2017-mai-16/academia-policia-lei-1344117-instituiu-infiltracaopolicial-virtual. Acesso em: 11 fev. 2021.

Computer Crime Act III. New law to help fight computer crime. Disponível em: https://www.government.nl/latest/

news/2019/02/28/new-law-to-help-fight-computer-crime. Acesso

em: 31 jan. 2021.

CORN, Geoffrey S; BRENNER-BECK, Dru. “Going Dark”:

Encryption, Privacy, Liberty, and Security in the “Golden Age of

Surveillance”. The Cambridge Handbook of Surveillance Law,

páginas 330-371, Cambridge University Press. Disponível em:

https://doi.org/10.1017/9781316481127.015 Acesso em: 06 mai.

EUROPOL. New major interventions to block encrypted

communications of criminal networks. 2021. Disponível em: https://

www.europol.europa.eu/newsroom/news/new-major-interventionsto-block-encrypted-communications-of-criminal-networks Acesso

em 07 mai. 2021.

GARAY, Humberto de Sá. Impactos do pacote anticrime na

inteligência de segurança pública. Disponível em: https://politica.

estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/impactos-do-pacoteanticrime-na-inteligencia-de-seguranca-publica/. Acesso em: 11 fev.

GEMAQUE, Silvio. É possível a infiltração virtual de agentes em

organizações criminosas. Disponível em: https://www.conjur.com.

br/2017-dez-29/silvio-gemaque-possivel-infiltracao-virtual-agentes2.

Acesso em: 11 fev. 2021.

HACK. In: Cambridge Dictionary. Disponível em: https://

dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/hack. Acesso em: 15

fev. 2021.

IHERING, von Rudolf. Site Pensador. Frases e pensamentos.

Disponível em: https://www.pensador.com/autor/rudolf_von_

ihering/. Acesso em: 13 mai. 2021.

KOOPS, Bert-Jaap; KOSTA, Eleni. Looking for some light through

the Lens of “Cryptowar” History: Policy options for Law enforcement

authorities against “going dark”. Disponível em: https://doi.

org/10.1016/j.clsr.2018.06.003 Acesso em: 06 mai. 2021.

Laboratório de Pesquisa em Políticas Públicas e Internet. Lapin.

org.br, 2020. Lapin é citado no julgamento histórico do STF sobre o bloqueio ao WhatsApp. Disponível em: https://lapin.org.

br/2020/05/28/lapin-e-citado-no-julgamento-historico-do-stfsobre-o-bloqueio-ao-whatsapp/ Acesso em: 12 mai. 2021.

MASSON, Cleber; MARÇAL, Vinicius. Crime Organizado. 3. ed.

Método, 2017. p. 299.

MCKAY, Simon. Blackstone´s guide to The Investigatory Powers Act

Oxford University Press. 2017.

Mandado de segurança criminal nº 0003102-15.2017.4.03.0000/

SP (2017.03.00.003102-0/SP), relator Desembargador Federal

Nino Toldo, publicado no Diário Eletrônico da Justiça Federal da 3ª

Região, edição nº 230/2018, de 13/12/2018, página 184, disponível

em http://web.trf3.jus.br/diario/Consulta/BaixarPdf/21014 Acesso

em 03 mai. 2021.

LEAL, Hugo. Projeto de lei nº 4939/2020. Disponível em: https://

www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposic

ao=2264367. Acesso em: 15 fev. 2021.

SILVA, Eduardo Araújo da. Organizações criminosas:aspectos penais e

processuais da Lei n.º 12.850/13. São Paulo: Atlas, 2014. p. 92.

ŠKORVÁNEK, Ivan; KOOPS, Bert-Jaap; NEWEL, Bryce Clayton;

ROBERTS, Andrew. My computer is my castle: new privacy

frameworks to regulate police hacking. Tilburg University. TILT

Law & Technology, 2019.

SMITH, Graham. Back doors, black boxes and #IPAct technical

capability regulations. Disponível em: https://www.cyberleagle.

com/2017/05/back-doors-black-boxes-and-ipact.html. Acesso em:

jan. 2021.

STF. Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental: ADPF

Relator: Ministro Edson Fachin. STF, 2020. Disponível em:

http://www.stf.jus.br/arquivo/cms/noticiaNoticiaStf/anexo/

ADPF403voto.pdf. Acesso disponível em: 12 mai. 2021.

Supremo Tribunal Federal. Ação Declaratória de

Inconstitucionalidade 5527. Relatora Ministra Rosa Weber.

VILELA, G. M. O uso do termo hacker nas notícias veiculadas pela

internet brasileira. 2006. 66 p. Monografia (Especialização em Administração de Redes Linux) – Universidade Federal de Lavras,

Lavras, 2006. p. 23. Disponível emhttp://repositorio.ufla.br/

bitstream/1/9331/1/MONOGRAFIA_O%20uso%20do%20

termo%20hacker%20nas%20not%C3%ADcias%20veiculadas%20

pela%20internet%20brasileira.pdf. Acesso em: 15 fev. 2021.

WALDEN, Ian. “The Sky Is Falling!” – Responses to the “Going

Dark” Problem. Computer Law & Security Review Volume 34.

Assunto 4. Agosto 2018. Páginas 901-907. Disponível em: https://

doi.org/10.1016/j.clsr.2018.05.013 Acesso em: 06 mai. 2021.




DOI: http://dx.doi.org/10.31412%2Frbcp.v12i5.837

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

e-ISSN: 2318-6917 || p-ISSN: 2178-0013 || ISSN-L: 2178-0013

                                                                                                          ANP Editora     OAI PMH Metadata (Open Archives)