Sobre a Revista

A Revista Brasileira de Ciências Policiais (RBCP) é um periódico com finalidade acadêmica, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Policiais da Coordenação Escola Superior de Polícia (CESP/ANP), disponível desde 2010, com periodicidade semestral e, a partir de 2020, três vezes por ano, nos meses de janeiro, maio e setembro, com formato híbrido (eletrônico e impresso) e circulação de 1000 cópias. Trata-se de publicação que tem por objetivo divulgar trabalhos científicos (artigos, resenhas e entrevistas) elaborados por pesquisadores nacionais e estrangeiros, quando considerados relevantes para o avanço teórico-prático das Ciências Policiais, promovendo a produção do conhecimento, a interdisciplinaridade dialética e a troca de experiências de doutrina policial em nível acadêmico. A RBCP possui Conselho Editorial composto por pesquisadores nacionais e estrangeiros. São aceitos para publicação artigos em idiomas português, inglês, espanhol, francês e italiano. O processamento de artigos bem como sua disponibilização aos autores e demais leitores é totalmente gratuita.

e-ISSN: 2318-6917 ISSN: 2178-0013

Anúncios

Edição Atual

v. 13 n. 10 (2022): Psicologia de Polícia
RBCP v. 13, n. 10 set./dez. 2022 - Dossiê: Psicologia de Polícia

No mundo contemporâneo, caracterizado pelo risco e pela incerteza, os problemas que se apresentam às organizações policiais e aos polícias conhecem crescente complexidade, exigindo maior e mais qualificado investimento no fator humano. Diferentes saberes científicos têm participado na modernização da atividade policial e contribuído para a definição de boas práticas.

O conhecimento advindo da psicologia e a intervenção do psicólogo nas organizações policiais são internacionalmente reconhecidos como cruciais para a melhoria da prestação do serviço policial, nomeadamente, através do investimento na qualidade das condições de trabalho e no apoio aos profissionais de polícia.

O permanente desenvolvimento de novas tecnologias e sua aplicação aos problemas policiais obrigam também a uma crescente sofisticação dos profissionais de polícia na utilização de competências de tomada de decisão, perceção e gestão do risco, comunicação, liderança, investigação.

Selecionar os mais competentes, bem como projetar e desenhar formação e treino para os polícias que estarão em funções em meados do século XXI, implica que os gestores e líderes policiais acolham os conhecimentos advindos da área da psicologia.

É com este enquadramento que acolhemos contribuições de pesquisadores que se interessam e pesquisam no âmbito da Psicologia de Polícia (considerada uma especialidade para a American Psychological Association desde 2013), enquanto área de aplicação de princípios e métodos da ciência psicológica às organizações policiais e seus profissionais, enquanto elementos essenciais e ativos das comunidades.

Publicado: "04/10/2022"

Edição completa

Expediente e Editorial

Artigos

Ver Todas as Edições

Indexadores | Bases de Dados | Bibliotecas

INDEXADORES | INDEXERS:

DOAJ           LatIndex                    

 

BASES DE DADOS | DATABASES:

Sherpa Romeo CiteFactorCrossrefDOIDiadorim 

Portal de Periódicos da CAPES    Sumários.org Aura Amelica

LatinIndex Catálogo 2.0  ABEC Brasil  LIVRE - Revistas de livre acesso        

      Plataforma Sucupira CAPES

ResearchBib - Academic Research Index  Scilit            WorldCat      BASE (Bielefeld Academic Search Engine)               Journals4Free   MIAR - Universitat de BarcelonaMIAR - Universitat de Barcelona  EuroPub     Scope Database

ISSN Portal    PKP | Index

 

BIBLIOTECAS | LIBRARIES:

Yale University Library            Harvard Library       

                                      Biblioteca Digital do MJSP

 

Corte IDH Lloyd Sealy Library - John Jay College of Criminal Justice            Rede Virtual de Bibliotecas 



Open Online Software ServiceOpen Content

LICENÇA CREATIVE COMMONS

Licença Creative Commons


Artigos publicados em Acesso Aberto sob os termos da Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional, que permite copiar e redistribuir o material em qualquer meio ou formato, fazer adaptações, desde que dê o crédito apropriado ao autor, forneça um link para a licença e indique se as alterações foram feitas, sob responsabilidade exclusiva de quem fizer as adaptações. Está vedado o uso comercial do material disponibilizado ou criar restrições adicionais não previstas nesta licença.