Gerenciamento de Crise de Imagem nas Polícias Brasileiras

Autores

  • João Carlos Girotto DPF

DOI:

https://doi.org/10.31412/rbcp.v8i2.486

Palavras-chave:

Gestão de Crise, Crise de imagem, Organismos Policiais, Gabinetes de Gestão de Crise

Resumo

O presente artigo cuida do estudo da gestão de crises que afetam a imagem dos organismos policiais brasileiros, enfatizando a importância da administração da comunicação no processo de gerenciamento de crises envolvendo a imagem corporativa. Mostra-se indiscutível que, com o avanço dos sistemas de informática e telemática, por meio do advento da Internet, ocorra a instantânea difusão de eventos geradores de crise em escala global, gerando acesso instantâneo às informações, multiplicando, assim, os efeitos negativos de uma crise. A conclusão deste trabalho aponta para a necessidade da constituição de Gabinetes de Crise orientados ao trato de crise de imagem corporativa, essenciais, nos dias atuais, para a mantença do prestígio e do reconhecimento das instituições policiais frente à população destinatária de seus serviços.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Carlos Girotto, DPF

Delegado de Polícia Federal; Especialista em Direito Ambiental

Downloads

Publicado

"09/03/2018"

Como Citar

GIROTTO, J. C. Gerenciamento de Crise de Imagem nas Polícias Brasileiras. Revista Brasileira de Ciências Policiais, [S. l.], v. 8, n. 2, p. 147–178, 2018. DOI: 10.31412/rbcp.v8i2.486. Disponível em: https://periodicos.pf.gov.br/index.php/RBCP/article/view/486. Acesso em: 9 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos